Quatro alimentos que auxiliam na diminuição da ansiedade

11/18/2020 08:35:00 AM

Vitaminas e aminoácidos promovem disposição e sensação de bem-estar ao organismo




Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2019, o Brasil tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo. O número é equivalente a 18,6 milhões de brasileiros - aproximadamente 9,3% da população. Durante o período de distanciamento social, este percentual teve um significante aumento. Um estudo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, mostrou um crescimento de 80% nos casos do distúrbio desde o início da quarentena no país. Mas o que de fato é a ansiedade e quais são as formas de combatê-la?

O distúrbio é uma reação natural do corpo humano que funciona como um mecanismo de sobrevivência para lidar com as situações de perigo. Porém, em excesso, ela pode se tornar uma doença que, conhecida como transtorno de ansiedade generalizada, faz com que as pessoas sintam preocupação e medo extremos mediante a situações simples do cotidiano.

Dentre os diversos sintomas do transtorno podem estar: irritabilidade, insônia, suor excessivo, aceleramento dos batimentos cardíacos e tremores. Como forma de tratamento, o mais comum é o acompanhamento com um psicólogo e, em casos mais extremos, a introdução de remédios psicotrópicos. No entanto, a alimentação pode ser uma grande aliada no tratamento da ansiedade ajudando no controle da condição.

"Alguns alimentos contêm aminoácidos e vitaminas essenciais que atuam diretamente na diminuição do estresse, combatendo a ansiedade e aumentando os níveis de serotonina, responsável pelo bem-estar e pela sensação de relaxamento".

Abaixo, a nutricionista listou os principais alimentos que auxiliam na diminuição do quadro. Confira:

• Frutas cítricas:

Estudos comprovaram que a vitamina C, presente nas frutas cítricas, como a tangerina, diminui a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula adrenal em resposta ao estresse e à ansiedade e responsável por transmiti-los para todas as partes do corpo. "Ela promove o bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta a sensação de bem-estar. Vitaminas e minerais, como a vitamina C, são perdidas nos quadros de estresse e ansiedade. Sendo assim, é necessário suprir essas carências", explica a especialista.

• Castanha de Cajú:

As castanhas de caju contêm uma extensa lista de propriedades e benefícios. Possuem gorduras benéficas, vitaminas do complexo B, magnésio, aminoácidos essenciais e outras substâncias que ajudam a reduzir a ansiedade e o estresse.

"Essa oleaginosa é uma ótima fonte de triptofano, um aminoácido essencial presente na maioria dos alimentos vegetais e que o corpo não é capaz de produzi-lo de forma independente. Esse componente é um precursor da serotonina. A sua falta em uma dieta pode levar à uma produção ineficaz e insuficiente desse hormônio", comenta.

• Abacate:

A fruta é repleta de nutrientes, entre eles vitamina B6 e magnésio, componentes que podem ajudar na produção de serotonina, proporcionando a sensação de bem-estar. "Adicionar fatias de abacate em omeletes, saladas ou até smoothies auxiliam a obter mais fibras e gorduras saudáveis ​​na dieta", comenta.

• Espinafre:

O espinafre contém ácido fólico, uma potente vitamina antidepressiva natural. "Ele pode combater à ansiedade, pois quando está em baixas concentrações no organismo, reduz os níveis cerebrais de serotonina", explica.

Segundo um estudo da Universidade da Califórnia, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. Portanto, alimentos como o espinafre, trabalham para eliminar as substâncias em excesso.

You Might Also Like

0 comentários

❤❤Instagram❤❤